TUDO PASSA...



Não entregue os pontos.
Nem a esperança de dias melhores...
Ainda que a vista esteja
 muito embaçada de tanto chorar.
Ainda que a noite pareça não ter fim,
e fique essa impressão de que
 a tempestade não vai passar.
Tudo passa...
Até essa sensação de vazio imenso, 
de dor intensa.
Até a falsa ilusão de que 
precisamos tanto de alguém.
Tudo dura o tempo exato da nossa valorização.
E ao descobrir que precisamos de nós mesmos,
surge enfim esse alívio de que a dor era um ilusão.
Bobagem criada por uma alma carente,
sonho tolo e infantil do seu coração.

- P. Roberto Gaefke -