Anúncios Google

Como surgiu o Dia do Trabalho?









Comemorado no dia 1º de maio, o Dia do Trabalho ou 
Dia do Trabalhador é uma data comemorativa usada para 
celebrar as conquistas dos trabalhadores ao longo da história. 
Nessa mesma data, em 1886, ocorreu uma grande manifestação 
de trabalhadores na cidade americana de Chicago. 

Milhares de trabalhadores protestavam contra as condições
 desumanas de trabalho e a enorme carga horária pela qual 
eram submetidos (13 horas diárias). A greve paralisou os Estados Unidos. 
No dia 3 de maio, houve vários confrontos dos manifestantes com a polícia. 
No dia seguinte, esses confrontos se intensificaram, resultando na morte 
de diversos manifestantes. As manifestações e os protestos realizados 
pelos trabalhadores ficaram conhecidos como a Revolta de Haymarket. 

Em 20 de junho de 1889, em Paris, a central sindical chamada
Segunda Internacional instituiu o mesmo dia das manifestações
como data máxima dos trabalhadores organizados, para assim,
 lutar pelas 8 horas de trabalho diário. Em 23 de abril de 1919, 
o senado francês ratificou a jornada de trabalho de 8 horas 
e proclamou o dia 1° de maio como feriado nacional. 

Após a França estabelecer o Dia do Trabalho, a Rússia foi o primeiro país 
a adotar a data comemorativa, em 1920. No Brasil, a data 
foi consolidada em 1924 no governo de Artur Bernardes. 
Além disso, a partir do governo de Getúlio Vargas, as principais medidas 
de benefício ao trabalhador passaram a ser anunciadas nesta data.
 Atualmente, inúmeros países adotam o dia 1° de maio 
como o Dia do Trabalho, sendo considerado feriado em muitos deles.